Pular para o conteúdo

Miguel Teixeira

Nasci em São Gonçalo e morei boa parte da minha vida em Bom Jesus da Lapa (Bahia) e em Itaboraí. Meu pai é militar aposentado, e quando eu era criança, trazia computadores (velhos, depois de terem sofrido baixa) para eu e meus irmãos ficarmos brincando em casa. Desmontando computadores aqui, montando outros ali... baixando softwares aleatórios para fazer pequenos experimentos.

Lembro que uma certa vez o meu pai apresentou para mim e meus irmãos um misterioso "software que fazia softwares", ele não entendia muito do assunto, mas falava com muita empolgação e dizia para explorarmos o tal software, que, inclusive, eu nem lembro do nome.

Amo física, apesar de eu ser péssimo tratando-se dela, mas foi o suficiente para motivar uma graduação em engenharia nuclear. Nunca tive certeza das coisas na minha vida, mas vamos em frente sem entrar muito no assunto!

Sou músico desde os 6,π anos de idade, e amo um Jazz improvisado, atualmente sou trompetista (toco trompete a cerca de 7 anos), e até pensei em uma graduação na área, mas não quis transforma-la (a música) numa possível obrigação. Recentemente descobri uma nova paixão, o Jiu-Jitsu (apesar de estar apanhando muito ultimamente nos treinos), que me fez perceber a importância de uma atividade física para a mente e para o corpo em geral, inclusive, recomendo, pois as pessoas geralmente conseguem achar um significado nisso.

E, por último, mas não menos importante, uma vez um certo alguém disse que a programação “é o mais próximo que podemos chegar de ter superpoderes”. E quem é que não gostaria de ter super poderes, não é mesmo?

E-mail: miguel.teixeira@poli.ufrj.br

Currículo: http://lattes.cnpq.br/1075410096593781

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese