Pular para o conteúdo

Eventos Passados

Última atualização: Abril, 2021.

Lançamento do LIBRASOffice

O Laboratório de Informática e Sociedade (LabIS/PESC/COPPE/UFRJ) tem o prazer de convidá-lo(a) para a live de lançamento do LIBRASOffice, a ser realizada no dia 16/04/2021, sexta, às 18h na plataforma do YouTube no link: https://youtu.be/acR72pLiBFA.

No Brasil, há 9,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva e um pouco mais de 2 milhões com deficiência auditiva severa, segundo o Censo 2010. São números expressivos que representam uma comunidade que encara inúmeras dificuldades no processo de adaptação a um mundo voltado para pessoas não surdas. Para uma pessoa surda, a primeira língua é a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e mesmo sendo uma das línguas oficiais do Brasil, majoritariamente os dispositivos eletrônicos, como celulares e computadores, não possuem suporte suficiente para LIBRAS.

Em 2015, a partir de uma demanda interna da UFRJ para a formação de funcionários terceirizados surdos, o projeto LIBRASOffice começou a ser pensado e desenvolvido como projeto experimental de fim de curso da disciplina Computadores e Sociedade, oferecida pela linha de pesquisa em Informática e Sociedade do PESC/COPPE ao curso de Engenharia de Computação e Informação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Seu desenvolvimento seguiu posteriormente a cargo do Laboratório de Informática e Sociedade (LabIS), projeto de extensão desta linha de pesquisa, caracterizado por seu compromisso com um Brasil mais igualitário, por sua interdisciplinaridade e pela sua formação de graduandos e pós-graduandos fundamentada na indissociabilidade do ensino-pesquisa-extensão.

O LIBRASOffice é um projeto de código aberto, cujo objetivo é a adaptação da suíte de escritório LibreOffice, também de código aberto, para pessoas surdas, a partir do desenvolvimento de uma interface que traduz as funcionalidades do LibreOffice para LIBRAS. Através de uma janela que se abre no canto inferior direito da tela do LibreOffice,  são apresentados, por meio de vídeos pré-gravados,  os sinais referentes a cada ícone, item de menu ou de submenu na medida em que vão sendo selecionados pelo usuário ou usuária. Resumidamente, o LIBRASOffice é uma tecnologia assistiva, cuja interface de acessibilidade incorpora a LIBRAS ao pacote de escritório LibreOffice (a segunda maior distribuição de softwares para escritório do mundo).

Desde o início de seu desenvolvimento, membros da comunidade surda brasileira têm oferecido suporte tanto ao processo de gravação de sinais como aos testes de usabilidade do LIBRAS Office. Suas críticas e sugestões vêm sendo continuamente incorporadas, garantindo um nível de qualidade e amadurecimento ao LIBRAS Office que autoriza o seu presente lançamento a um público maior de forma a estender seus benefícios em prol da integração digital da população surda. E, mesmo com o isolamento social decorrente da pandemia de COVID-19, e contando também com o apoio da comunidade brasileira de Software Livre, foi possível desenvolver a presente versão de lançamento do LIBRASOffice.

Mais informações podem ser obtidas através do site do projeto (librasoffice.cos.ufrj.br), onde é possível realizar o download do software, receber comentários e sugestões (inclusive de novos sinais), e entrar em contato com a equipe de desenvolvimento.

Esperamos você na live!

Convite para live

Lives em Série - Os Brasis Profundos pós Pandemia (Episódio 8)

Lives em Série - Os Brasis Profundos pós Pandemia (Episódio 7)

O LabIS - Laboratório de Informática e Sociedade (PESC/COPPE/UFRJ) e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ (NIDES/UFRJ) apresenta a série de LIVES "Brasis Profundos pós Pandemia".

Nessa série, propomos de uma forma geral a seguinte provocação: os efeitos em escala global da crise da pandemia coronavírus além de mostrarem uma reconfiguração imediata nos sistemas de saúde, social, educacional e econômico-produtivo nos fazem imaginar como será esse cotidiano modificado. A marcha neoliberal encontrará outras formas de manter seu ritmo agressivo, acelerado e progressivo (Progresso para quem? Quando? E onde?) sobre as formas de vida e de existir no planeta ou finalmente realizaremos os compromissos éticos e estéticos com as formas de viver sustentáveis, solidárias e com justiças sociais em larga escala no Brasil e no mundo?
Para o sétimo episódio da série, Histórias para adiar o fim do mundo, vamos discutir a articulação entre diferentes visões de conhecimento, daquelas vindas das predições dos antigos astrônomos, passando pelos mecanismos de poder da biopolítica e da educação até outros sistemas de construção do conhecimento e maneiras de existir do pensamento africano.
São nossos/as convidados/as: Marina de Mello e Souza (História - FFLCH/USP), Elisabeth Cancelli (História - FFLCH/USP), Márcia Regina Barros da Silva (História - FFLCH/USP) e Thomas Augusto Santoro Haddad (História - EACH/USP), com mediação de Alberto de Lima (Cefet/RJ, Informática e Sociedade -PESC/COPPE/UFRJ).

Inspirados pela sabedoria de Ailton Krenak, venha inventar conosco "histórias para adiar o fim do mundo"!!!

Nos vemos na quarta 1 de julho às 18 horas!!!
Local: https://is.gd/infosocufrj

E por favor, doe cestas básicas através da vaquinha solidária que o Comitê da Solidariedade, que apoiamos, entrega nas comunidades do Preventório, Jurujuba, Jacaré e em algumas comunidades de São Gonçalo.
Doe através do site https://comite.bancopreventorio.org.br/ ou diretamente para Associação para o Desenvolvimento Solidário do Preventório.
Banco: Caixa Econômica Federal
CNPJ: 14226041/0001-05
Agência: 1247
Conta Corrente: 003 1456-8
Para depósito na conta, favor enviar o comprovante para o email: bancopreventorio@gmail.com

Lives em Série - Os Brasis Profundos pós Pandemia (Episódio 6)

O LabIS - Laboratório de Informática e Sociedade (PESC/COPPE/UFRJ) e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ (NIDES/UFRJ) apresentam a série de LIVES "Brasis Profundos pós Pandemia".

Nessa série, propomos de uma forma geral a seguinte provocação: os efeitos em escala global da crise da pandemia coronavírus além de mostrarem uma reconfiguração imediata nos sistemas de saúde, social, educacional e econômico-produtivo nos fazem imaginar como será esse cotidiano modificado. A marcha neoliberal encontrará outras formas de manter seu ritmo agressivo, acelerado e progressivo (Progresso para quem? Quando? E onde?) sobre as formas de vida e de existir no planeta ou finalmente realizaremos os compromissos éticos e estéticos com as formas de viver sustentáveis, solidárias e com justiças sociais em larga escala no Brasil e no mundo?

Para o sexto episódio da série, vamos discutir a situação de trabalhadoras e trabalhadores no contexto da pandemia com os seguintes convidados: Márcio Lauria (Doutorando em História Social (PPGH/USP)), Paula Alves (Mestranda em Ciências da Comunicação (Unisinos), integrante do grupo de pesquisa DigiLabour e filiada ao PSOL), Fernanda Araújo (Professora (NIDES/UFRJ), membro do SolTec (NIDES/UFRJ), membro do Grupo de Pesquisa em Empresas Recuperadas pelos Trabalhadores (GPERT) e membro da Rede de Engenharia Popular (REPOS)) e Eleonora Ziller (Professora de Literatura Comparada (Faculdade de Letras/UFRJ) e presidente da ADUFRJ), com mediação feita pelo Pedro Braga (Doutorando (LabIS/IS/PESC/COPPE/UFRJ)).

Inspirados pela sabedoria de Ailton Krenak, venha conhecer conosco "Estudantes engajadas em adiar o fim do mundo"!!!

Nos vemos na quinta 25 de junho às 18 horas!!!
Local: https://is.gd/infosocufrj

E por favor, doe cestas básicas através da vaquinha solidária que o Comitê da Solidariedade, que apoiamos, entrega nas comunidades do Preventório, Jurujuba, Jacaré e em algumas comunidades de São Gonçalo.
Doe através do site https://comite.bancopreventorio.org.br/
Ou diretamente para Associação para o Desenvolvimento Solidário do Preventório.
Banco: Caixa Econômica Federal
CNPJ: 14226041/0001-05
Agência: 1247
Conta Corrente: 003 1456-8
Para depósito na conta, favor enviar o comprovante para o email: bancopreventorio@gmail.com

Lives em Série - Os Brasis Profundos pós Pandemia (Episódio 5)

O LabIS - Laboratório de Informática e Sociedade (PESC/COPPE/UFRJ) e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ (NIDES/UFRJ) apresentam a série de LIVES "Brasis Profundos pós Pandemia".

Nessa série, propomos de uma forma geral a seguinte provocação: os efeitos em escala global da crise da pandemia coronavírus além de mostrarem uma reconfiguração imediata nos sistemas de saúde, social, educacional e econômico-produtivo nos fazem imaginar como será esse cotidiano modificado. A marcha neoliberal encontrará outras formas de manter seu ritmo agressivo, acelerado e progressivo (Progresso para quem? Quando? E onde?) sobre as formas de vida e de existir no planeta ou finalmente realizaremos os compromissos éticos e estéticos com as formas de viver sustentáveis, solidárias e com justiças sociais em larga escala no Brasil e no mundo?

Para o quinto episódio da série, "Estudantes para adiar o fim do mundo", Lidiana Souza (pesquisadora do LabIS/PESC/COPPE/UFRJ e graduanda da Escola Politécnica da UFRJ), Maria Clara Garioli (pesquisadora do LaPis e graduanda do Instituto de Psicologia da UFRJ), Ruth Osório (pesquisadora do SOLTEC/NIDES/UFRJ e graduanda da Escola Politécnica da UFRJ) e Poliana Oliveira (graduanda da DCET, Campus Alagoinhas), quatro promissoras estudantes universitárias desses Brasis Profundos, debatem sobre o cotidiano discente e seus sentimentos de futuro frente as incertezas da Pandemia, em especial como elas vêm experimentando o sistema educacional acadêmico antes e durante a crise sanitária. A mediação será realizada por Elena Veríssimo (pesquisadora voluntária do Projeto URBE-LATAM do Laboratório de Informática e Sociedade/PESC/COPPE/UFRJ).

Inspirados pela sabedoria de Ailton Krenak, venha conhecer conosco "Estudantes engajadas em adiar o fim do mundo"!!!

Nos vemos na quinta 18 de junho às 18 horas!!! Local: https://is.gd/infosocufrj

E por favor, doe cestas básicas através da vaquinha solidária que o Comitê da Solidariedade, que apoiamos, entrega nas comunidades do Preventório, Jurujuba, Jacaré e em algumas comunidades de São Gonçalo. Doe através do site https://comite.bancopreventorio.org.br/ Ou diretamente para Associação para o Desenvolvimento Solidário do Preventório. Banco: Caixa Econômica Federal CNPJ: 14226041/0001-05 Agência: 1247 Conta Corrente: 003 1456-8 Para depósito na conta, favor enviar o comprovante para o email: bancopreventorio@gmail.com

Lives em Série - Os Brasis Profundos pós Pandemia (Episódio 4)

O LabIS - Laboratório de Informática e Sociedade (PESC/COPPE/UFRJ) e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ (NIDES/UFRJ) apresenta a série de LIVES "Brasis Profundos pós Pandemia".

Nessa série, propomos de uma forma geral a seguinte provocação: os efeitos em escala global da crise da pandemia coronavírus além de mostrarem uma reconfiguração imediata nos sistemas de saúde, social, educacional e econômico-produtivo nos fazem imaginar como será esse cotidiano modificado. A marcha neoliberal encontrará outras formas de manter seu ritmo agressivo, acelerado e progressivo (Progresso para quem? Quando? E onde?) sobre as formas de vida e de existir no planeta ou finalmente realizaremos os compromissos éticos e estéticos com as formas de viver sustentáveis, solidárias e com justiças sociais em larga escala no Brasil e no mundo?

Para o quarto episódio da série, Ciberespaços para adiar o fim do mundo, vamos discutir o ciberespaço, em especial suas polarizações, as fake news e a vigilância cibernética, com os seguintes convidados: David Nemer (University of Virginia/EUA), Fernanda Bruno (UFRJ), Márcio Moretto Ribeiro (EACH/USP) e Letícia Cesarino (Dept. de Antropologia/UFSC). A mediação será realizada por Henrique Cukierman (Programa de Engenharia de Sistemas e Computação-PESC/COPPE/UFRJ).

Inspirados pela sabedoria de Ailton Krenak, venha inventar conosco "ciberespaços para adiar o fim do mundo"!!!

Nos vemos na quinta 11 de junho às 18 horas!!!
Local: https://is.gd/infosocufrj

E por favor, doe cestas básicas através da vaquinha solidária que o Comitê da Solidariedade, que apoiamos, entrega nas comunidades do Preventório, Jurujuba, Jacaré e em algumas comunidades de São Gonçalo.
Doe através do site https://comite.bancopreventorio.org.br/
Ou diretamente para Associação para o Desenvolvimento Solidário do Preventório.
Banco: Caixa Econômica Federal
CNPJ: 14226041/0001-05
Agência: 1247
Conta Corrente: 003 1456-8
Para depósito na conta, favor enviar o comprovante para o email: bancopreventorio@gmail.com

Lives em Série - Os Brasis Profundos pós Pandemia (Episódio 3)

O LabIS - Laboratório de Informática e Sociedade (PESC/COPPE/UFRJ) e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ (NIDES/UFRJ) apresenta a série de LIVES "Brasis Profundos pós Pandemia".

Nessa série, propomos de uma forma geral a seguinte provocação: os efeitos em escala global da crise da pandemia coronavírus além de mostrarem uma reconfiguração imediata nos sistemas de saúde, social, educacional e econômico-produtivo nos fazem imaginar como será esse cotidiano modificado. A marcha neoliberal encontrará outras formas de manter seu ritmo agressivo, acelerado e progressivo (Progresso para quem? Quando? E onde?) sobre as formas de vida e de existir no planeta ou finalmente realizaremos os compromissos éticos e estéticos com as formas de viver sustentáveis, solidárias e com justiças sociais em larga escala no Brasil e no mundo?

Para o terceiro episódio da série, vamos discutir economias alternativas, e em especial os bancos comunitários e as moedas sociais digitais no contexto da pandemia, com os seguintes convidados: Natália Sciammarella (Banco Comunitário Mumbuca, Maricá/RJ), Joaquim Melo (Banco Comunitário Palmas, Fortaleza/CE e Rede de Bancos Comunitários), Carolina Pupo (doutoranda em Geografia USP), Eduardo Diniz (professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, FGV). A mediação será realizada por Marcos Rodrigo Ferreira (Banco Comunitário do Preventório, em Niterói e doutorando do Laboratório de Informática e Sociedade/UFRJ)
Luiz Arthur (pós doutorando pela FGV e pelo LabIS/UFRJ).

Inspirados pela sabedoria de Ailton Krenak, venha inventar conosco "economias para adiar o fim do mundo"!!!

Nos vemos na quinta 4 de junho às 18 horas!!!
Local: https://is.gd/infosocufrj

E por favor, doe cestas básicas através da vaquinha solidária que o Comitê da Solidariedade, que apoiamos, entrega nas comunidades do Preventório, Jurujuba, Jacaré e em algumas comunidades de São Gonçalo.
Doe através do site https://comite.bancopreventorio.org.br/
Ou diretamente para Associação para o Desenvolvimento Solidário do Preventório.
Banco: Caixa Econômica Federal
CNPJ: 14226041/0001-05
Agência: 1247
Conta Corrente: 003 1456-8
Para depósito em conta, favor enviar o comprovante para o email: bancopreventorio@gmail.com

Lives em Série - Os Brasis Profundos pós Pandemia (Episódio 2)

O LabIS - Laboratório de Informática e Sociedade (PESC/COPPE/UFRJ) e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social da UFRJ (NIDES/UFRJ) apresenta a série de LIVES "Brasis Profundos pós Pandemia".
Nessa série, propomos de uma forma geral a seguinte provocação: os efeitos em escala global da crise da pandemia coronavírus além de mostrarem uma reconfiguração imediata nos sistemas de saúde, social, educacional e econômico-produtivo nos fazem imaginar como será esse cotidiano modificado. A marcha neoliberal encontrará outras formas de manter seu ritmo agressivo, acelerado e progressivo (Progresso para quem? Quando? E onde?) sobre as formas de vida e de existir no planeta ou finalmente realizaremos os compromissos éticos e estéticos com as formas de viver sustentáveis, solidárias e com justiças sociais em larga escala no Brasil e no mundo?
 
Para o segundo episódio da série, vamos discutir as educações, as pesquisas e as extensões no contexto da pandemia com os seguintes convidados: Elena Veríssimo (Engenharia Ambiental/UFRJ), Fernando Severo (LabIS/PESC/UFRJ e Comitê da Solidariedade do Morro do Preventório), Ricardo Julian (coordenador do LIpE/UFRJ) e a participação especialíssima do educador popular, antropólogo e folclorista Tião Rocha (presidente do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento - CPCD), com mediação de Henrique Cukierman (coordenador da linha de pesquisa em Informática e Sociedade do PESC/COPPE/UFRJ).
Inspirados pela sabedoria de Ailton Krenak, venha inventar conosco "educações para adiar o fim do mundo"!!!
 
Nos vemos na quarta, 27 de maio às 17 horas!!!
 
E por favor, doe cestas básicas através da vaquinha solidária que o Comitê da Solidariedade que apoiamos entrega nas comunidades do Preventório, Jurujuba, Jacaré e em algumas comunidades de São Gonçalo.
Doe através de vaka.me/967635
Ou diretamente para Associação para o Desenvolvimento Solidário do Preventório.
Banco: Caixa Econômica Federal
CNPJ: 14226041/0001-05
Agência: 1247
Conta Corrente: 003 1456-8
Favor Enviar o Comprovante para o email: bancopreventorio@gmail.com

Mutirão Cidadão de Mapas Virtual Virtuoso

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 456cfe65-a702-409d-a052-63e15c9bda28-1.jpg

Pessoal, vamos nos juntar para fazer um Mutirão Virtual Comunitário???
Nesse mutirão vamos construir juntos um Mapeamento Participativo para colocar o Morro do Preventório (Niterói) do nosso próprio jeito num mapa digital.

Esta atividade faz parte da resposta à crise COVID-19 do projeto URBE Latam parceria do Banco Comunitário do Preventório com a UFRJ, a Warwick University da Inglaterra e o ColMay e a UdeA universidades na Colômbia.
Usaremos o OpenStreetMap (“a Wikipedia de Mapas”) para tentar ajudar o Banco Comunitário e o Comitê de Solidariedade na luta para superar esse momento tão difícil.

Esse evento é para lideranças comunitárias, professores, estudantes e para todos os moradores de comunidades e favelas. Inclusive de outras comunidades pois podemos mapear qualquer lugar.

Na primeira parte do Mutirão, nosso amigo João falará sobre mapeamento humanitário participativo de favela e comunidade e como ele seria aplicado em resposta a desastres, especificamente para reformular a vulnerabilidade e a resiliência com a comunidade, o governo local, as universidades e as partes interessadas da sociedade civil.
A segunda parte do Mutirão é uma sessão de mapeamento mão na massa, liderada por Philipp, o mais colombiano dos austríacos.

Nenhum conhecimento prévio é necessário, apenas uma conexão à Internet, um computador e um mouse.

Os detalhes são os seguintes:
Local: sala virtual http://tiny.cc/mutiraopreventorio
Data: 04 de maio
Hora: 11:00

Chega junto, é só chegar.

Live - Os Brasis Profundos após a Pandemia

Local: https://is.gd/infosocufrj Canal IS no Youtube (Ao Vivo)

Data: 30 de Abril de 2020 (Quinta-feira).

Horário: 18h (Horário de Brasília)

Seminário URBE LatAm

Local: UFRJ e Morro do Preventório

Data: De 03 a 05 de Fevereiro de 2020.

Informações: https://urbe-latam.cos.ufrj.br

Coda.BR – Conferência Brasileira de Jornalismo de Dados

Local: ESPM São Paulo

Data: 23 e 24 de Novembro de 2019

Informações: https://coda.escoladedados.org/

XVI Encontro Nacional de Engenharia e Desenvolvimento Social

Local: Universidade Federal do Pará (Belém/PA)

Data: 11 a 14 Novembro de 2019

Informações: http://eneds.net/anais/index.php/edicoes/ENEDS2019

I Festival de Tecnologias Sociais e Economia Solidária

Local: Bloco A do Centro de Tecnologia (CT/UFRJ)

Data: 6 a 7 de Novembro de 2019

3ª Edição do Megabazar Cafofo - Banco Preventório

Local: Praia de Charitas (Niterói/RJ)

Data: 12 de Outubro de 2019

10ª Semana de Integração Acadêmica da UFRJ / SIAc

Local: Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro/RJ)

Bloco A - sala 203 I

Data: 21 a 27 de Outubro de 2019

Informações: http://www.siac.ufrj.br/

Driblando a censura e promovendo o anonimato do TOR

Local: Instituto de Psicologia

Campus Praia Vermelha UFRJ (Rio de Janeiro/RJ)

Data: 23 de Setembro de 2019

Hora: 14 -17h

Blockchains e Digitalizações de Moedas Sociais: Oficina de Artesanato Monetário

Local: Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro/RJ)

Auditório Pangeia - Instituto de Geociências

Período: 18 de Junho de 2019

Inscrições: http://bit.ly/31rZWOu

Blockchains e Digitalizações de Moedas Sociais: Pensando Práticas e Desafios a partir do Rio de Janeiro

Seminário de BlockchainLocal: Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro/RJ)

Auditório Maria Irene

Período: 04 de Junho de 2019

Inscrições: Bit.ly/2WnhT10

V Simpósio de História da Informática na América Latina e Caribe (SHIALC)

Local: Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro/RJ)

Período: 07, 08 e 09 de novembro de 2018

Site: http://www.cos.ufrj.br/shialc/

16º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia

Local: Universidade Federal de Campina Grande e Universidade Estadual da Paraíba (Campina Grande/PB)

Período: 15 a 18 de outubro de 2018

Site: http://www.16snhct.sbhc.org.br/

pt_BRPortuguese