Pular para o conteúdo

Gabriel Mendes

Em 2012 ingressei no Instituto Federal do Espírito Santo como aluno do Curso Técnico de Eletrotécnica Integrado ao Ensino Médio e até hoje me lembro de minha primeira aula prática de laboratório: meu professor apresentou para a turma uma fonte de tensão e explicou como funcionavam os circuitos elétricos. A partir disso começaram a vir os "cliques" sobre tecnologia: meu computador não só recebia energia e funcionava misteriosamente, o carro não apenas recebia combustível e girava suas rodas; em ambos os casos havia uma quantidade absurda de conhecimento e séculos de desenvolvimento tecnológico e científico. O que hoje parece um pensamento óbvio para mim não foi tão trivial para o garoto que fui na época, que até então só precisava se preocupar em ir para a escola decorar a matéria e voltar para casa a fim de jogar no computador. Esse "clique" fez com que me interessasse bem mais pela engenharia, e graças a ele continuo na área.

Com o passar dos anos fui descobrindo a computação a partir de cursos dados por alunos da universidade perto de casa (Universidade Federal do Espírito Santo) e à medida que ia aprendendo mais sobre a área, mais me distanciava da Engenharia Elétrica, até que decidi cursar Engenharia de Computação e Informação aqui na UFRJ.

Tendo a matéria de Computadores e Sociedade como parte das obrigatórias, querendo ou não eu esbarraria com as ilustres figuras da frente de Informática e Sociedade. Durante um período, por quatro horas semanais, fui conhecendo, aprendendo e me divertindo com os mestres.

No final desse mesmo período surgiu a ideia do Laboratório de Informática e Sociedade, e embora eu não tenha feito parte do grupo inicial de alunos do laboratório (pois estava em outro projeto de pesquisa), eu sabia que cedo ou tarde acabaria trocando um ambiente de trabalho em que eu era infeliz por um laboratório em que estaria rodeado de amigos que trabalhariam juntos pela sociedade.

Hoje cá estou, rodeado de pessoas incríveis que querem fazer o bem.

E esse sou eu: um aluno feliz.

E-mail: gabrielm.moraes@poli.ufrj.br

Currículo: http://lattes.cnpq.br/7198391506877399

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese