Pular para o conteúdo

URBE Latam: diálogos sobre potencialidades e riscos socioambientais em cidades da América Latina

O Projeto URBE Latam pretende agir para o aumento da resiliência das comunidades do Morro do Preventório, em Niterói, Brasil, e da Favela El Pacífico, em Medellin, Colômbia, no enfrentamento de situações de desastres e calamidades socioambientais, com o desenvolvimento e utilização de um software georreferenciado, onde os próprios moradores farão os registros tanto das áreas do seu território que apresentem alguma vulnerabilidade socioambiental, quanto das potencialidades locais para responder a adversidades, seja por desastres naturais, seja por situações críticas como de pobreza extrema ou violência.

A construção desse software, uma ferramenta de resiliência comunitária proativa, será conduzida por meio de ações participativas com as pessoas das próprias comunidades e contará com o apoio de uma equipe multidisciplinar (incluindo profissionais e instituições de ciências sociais, educação, engenharias, ciências físicas, movimentos sociais e bancos comunitários, entre outros), que irão agregar saberes, dinâmicas, potências e informações ao Projeto. Estão envolvidas três instituições de ensino superior (IES): a Universidade de Warwick (coordenadora do Projeto), no Reino Unido; a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no Brasil; e a Universidade de Antioquia (UdeA), na Colômbia. O Projeto tem o financiamento do Ecomonic & Social Research Council (ESRC), do Reino Unido. Importante destacar que cada uma das IES envolvidas neste projeto (Warwick, UFRJ, UdeA) possui comitês formais de ética em pesquisa com seus próprios sistemas de aprovação. Cada IES solicitará aprovação ética para a pesquisa realizada no seu país, além de estarem em conformidade com as diretrizes éticas da ESRC, financiadora do projeto, e com o Código de Prática de Pesquisa da Universidade de Warwick. A partir dos registros das experiências, dados e ações do Projeto, incluindo a disponibilização de bancos de dados e a publicação de artigos científicos, pretende-se estimular outras comunidades que sofrem com as situações de desigualdade social, em especial de outras cidades da América Latina, na busca por maior resiliência comunitária e mais igualitária, para o enfrentamento de seus riscos socioambientais e desenvolvimento de suas potencialidades locais.

O Projeto também visa promover o diálogo dessas comunidades com as autoridades locais, pesquisadores e agentes governamentais, com vistas a influenciar as tomadas de decisões e ampliar as abordagens de investimentos para o aumento da resiliência local.

Para mais informações, acesse o blog do projeto.

Financiamento:

ESRC – ECONOMIC & SOCIAL RESEARCH COUNCIL, INGLATERRA

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese