Pular para o conteúdo

Narrira Lemos

Durante a graduação em Ciências Sociais (bacharelado), na Universidade Federal de Goiás (UFG), me envolvi com grupos ativistas na área de software livre e computação, em especial, os voltados para as mulheres. Neste período, também passei a trabalhar como programadora e administradora de sistemas Linux. Após a conclusão da graduação, iniciei o mestrado em Sociologia na mesma universidade, com uma pesquisa focada nas contingências ciborgues e tecnologias do corpo, dando especial atenção ao Manifesto Ciborgue de Donna Haraway. Ao concluir o mestrado, embarquei em uma proposta de pesquisa que focasse meu desejo em trabalhar com mulheres na computação, ativistas e software livre. Neste sentido, minha proposta para a tese de doutorado, no programa de Histórias das Ciências e das Técnicas e Epistemologia (HCTE), aborda as possíveis computações dentro e fora das universidades, no Brasil, seus métodos e suas construções, dentro, fora ou na fronteira do conhecimento científico institucional.