Pular para o conteúdo

Ensino

Pós-graduação (Programa de Engenharia de Sistemas e Computação e Programa de História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia)

COS812 – Introdução aos Estudos CTS (Ciências-Tecnologias-Sociedades) [site da disciplina em construção]
O curso tem como objetivo apresentar o surgimento e as principais problematizações dos Estudos CTS (Ciências-Tecnologias-Sociedades / Science and Technology Studies), buscando discutir suas implicações para a compreensão, o sentido, o ensino e a prática do desenvolvimento científico e tecnológico. A ciência e a tecnologia ocidentais têm sido historicamente apresentadas e ensinadas como se constituíssem um conhecimento ‘puro’, ‘universal’ e ‘neutro’, e, portanto, separável do mundo social. Os Estudos CTS postulam que esta ‘pureza’ não faz sentido, uma vez que fatos e artefatos, se e quando atingem uma forma final ou estabilizam-se por períodos mais ou menos longos, fazem-no através de uma rede complexa de condicionalidades e interações, justapondo materiais heterogêneos, pela qual se socializam elementos humanos e não humanos. Fatos e artefatos constituem e são constituídos por meio de enredamentos sociotécnicos, e, desta forma, pode-se desconstruir as muitas linhas divisórias convencionais entre ciências naturais e ciências sociais, mostrando a impossibilidade de se dissociar o “natural” ou “técnico” do “social” ou “cultural”.
  • Período: 1o trimestre (calendário da COPPE)
  • Local: Sala H3010-B - Bloco H - Centro de Tecnologia - Cidade Universitária
  • Dia: 3a feira.
  • Horário: 9h às 13h.
COS817 - Estudos CTS (Ciências-Tecnologias-Sociedades): aproximações brasileiras e latino-americanas |HCT820 - Fatos e Artefatos como construções sociotécnicas B [site da disciplina em construção]
O curso tem como objetivo tratar os Estudos CTS como um conhecimento situado, procurando localizar e discutir seus desafios ao tratar das realidades particulares brasileiras e latino-americanas, através de três movimentos: 1) apresentar um panorama histórico de autores/as brasileiros dedicados/as à discussão das ciências e das tecnologias no Brasil, iniciando com a obra de Fernando de Azevedo, As ciências no Brasil (1955), até lograr alcançar as produções mais contemporâneas, privilegiando aquelas filiadas às proposições dos Estudos CTS; 2) realizar um exame inicial da obra de autores latino-americanos reunidos na primeira edição do Cuadernos de Quipu - Revista Latinoamericana de História de las Ciencias y la Tecnologia (1986); 3) discutir os vínculos, em termos dos Estudos CTS, entre esses autores brasileiros e latino-americanos com autores europeus e norte-americanos, procurando avaliar afinidades e diferenças, em busca de novas possibilidades de estudos e das práticas tecnocientíficas que não sejam fruto da mera “aplicação” às realidades do Brasil e da América Latina de um corpo de conhecimentos majoritária e hegemonicamente produzidos na Europa e nos EUA.
  • Período: 2o trimestre (calendário da COPPE).
  • Local: Sala H106 - Bloco H - Centro de Tecnologia - Cidade Universitária
  • Dia: 3a feira
  • Horário: 9h às 13h
COS814 - História da Informática [site da disciplina em construção]

O curso pretende seguir os rumos de uma história sociotécnica da informática, cuidando também de sua vertente brasileira e latino-americana, percorrendo um conjunto de temas divididos em três blocos: 1) uma história sociotécnica dos primórdios da computação, explorando as questões relacionados à invenção do computador e à sua historiografia (em particular a de viés norte-americana), investigando especialmente os vínculos entre o surgimento dos computadores e a Guerra Fria, 2) uma história da cibernética norte-americana e britânica, explorando a atmosfera intelectual dos debates fundantes do campo da computação, em especial a analogia entre humanos e máquinas, proposta originalmente por Norbert Wiener; 3) i) uma história da informática no Brasil, investigada desde a chegada dos primeiros computadores de grande porte, passando pela experiência da reserva de mercado para minicomputadores, até alcançar a chegada da Internet no país; ii) alguns elementos para uma história da informática na América Latina.

  • Período: 3o trimestre (calendário da COPPE).
  • Local: a definir
  • Dia: a definir
  • Horário: a definir

Graduação (Escola Politécnica/Engenharia de Computação e Informação)

COS471 - Computadores e Sociedade [site da disciplina em construção]

É necessário, para não dizer urgente, ter em conta o novo ordenamento social que se está produzindo desde o surgimento e a adoção das novas tecnologias de informação e comunicação. Investigá-lo é crucial, seja para descortinar novas perspectivas de sucesso comercial e empresarial, seja para construir uma melhor qualidade de vida e uma sociedade mais justa. Estas novas tecnologias são reputadas como fonte de mudanças radicais, e, neste caso, constituem um cenário no qual transformam significativamente várias dimensões da vida moderna, entre outras a natureza e a experiência das relações e comunicações interpessoais, as relações e condições de trabalho, o modo de funcionamento do mundo dos negócios, da indústria e da agroindústria, os processos educacionais, os modos de construção do conhecimento ou ainda a formulação de políticas regulatórias . Em síntese, as novas tecnologias modificam a forma e a substância do controle, da participação e da coesão social. Porém, ao fazê-lo, são também modificadas pela experiência social, de sorte que computador e sociedade, ou de outra forma, o técnico e o social, constituem um movimento de co-modificação, somente percebido por uma aproximação concomitantemente social e técnica, por um olhar sociotécnico. Assim, repensar o social é, ao mesmo tempo, promover uma reflexão sobre o próprio modo de produção e
organização do conhecimento científico e tecnológico, e sobre as mútuas implicações entre ciência, tecnologia e sociedade.

  • Período: 2o semestre (calendário da Escola Politécnica).
  • Local: a definir
  • Dia: a definir
  • Horário: a definir